Mulher descobre agulha de epidural na coluna passados 14 anos de dar à luz
Impala

Mulher descobre agulha de epidural na coluna passados 14 anos de dar à luz

«Cada vez que me mexo, ando, baixo ou durmo a agulha da epidural mexe-se dentro da minha coluna»

Uma mulher descobriu que tinha a agulha da epidural na coluna passados 14 anos do parto de cesariana do seu sexto filho. O caso passou-se em Jacksonville, na Florida, nos Estados Unidos.

LEIA MAIS: Depressão pós-parto? Saiba tudo!

Amy Bright começou por sentir intensas dores nas costas dois meses após ter dado à luz. No entanto, apesar de ter recorrido a várias unidades hospitalares e médicos ao longo de quase duas décadas, só quando realizou um exame de raio-x é que os especialistas compreenderam porque é que Amy sofria de tantas dores nas costas: tinha uma agulha com cerca de três centímetros enterrada na coluna.

«Fiquei lívida, chateada e assustada quando descobri», revela a mulher ao Metro.

De acordo com os especialistas, a agulha partiu-se quando lhe foi administrada a epidural para as dores do parto. Por ter estado com a agulha 14 anos no interior do corpo, Amy acabou por sofrer danos irreversíveis nos nervos, nomeadamente nos da perna e pé esquerdos. Para além de ter de ser operada para remover o bocado do instrumento, Amy terá de tomar analgésicos e fazer fisioterapia para o resto da vida.

«Cada vez que me mexo, ando, baixo ou durmo a agulha mexe-se dentro da minha coluna. Durante 14 anos, andei a criar cicatrizes na coluna por causa disso», garante.

Amy já anunciou que pretende processar o hospital onde realizou o parto.

LEIA AINDA: Mulher faz perucas de «príncipes e princesas» para crianças com cancro


RELACIONADOS