Família do bebé que morreu após queda de 2º andar em Lagos fala sobre tragédia

Família do bebé que morreu após queda de 2º andar em Lagos fala sobre tragédia

«A vida nunca mais será a mesma», revelou a família do menino de 18 meses, que sofreu uma queda fatal, no passado sábado

Spencer, o bebé de um ano e meio que caiu no passado sábado de um segundo andar de um prédio em Lagos, morreu durante a manhã de domingo, dia 6 de maio.

LEIA MAIS: Bebé de 18 meses em estado crítico após cair de 2º andar em Lagos

Passados quatro dias da trágica queda, a família britânica que se encontrava no Algarve falou pela primeira vez do dramático evento. Para os pais do bebé, Robert Devlin, de 32 anos, e Holly Bishop, de 28, «a vida nunca mais será a mesma».

«A minha irmã deixou-o na casa de banho, a brincar, enquanto foi abrir a janela do quarto de Spencer para arejar o apartamento e deixar o chão secar. Ela disse que o menino estava a brincar na casa de banho, mas depois deixou de o ouvir. No início ela achava que ele estava a comportar-se como uma criança, quando elas ficam quietas, mas depois foi à casa de banho e não o viu lá», explicou a tia da vítima, Jess Marach à publicação The Sun.

De acordo com a família, terá sido nesse momento que a mãe da criança entrou em pânico, ao ver que a janela estava «totalmente aberta» e que o bebé tinha «conseguido chegar à varanda».

O bebé caiu e a mãe foi a correr pelas escadas até ao passeio. A progenitora encontrou o menino com a «respiração fraca» e crânio fracturado. Passados alguns minutos chegou a equipa de urgência médica que transportou Spencer para a unidade hospitalar mais próxima.

A criança acabou por não resistir ao ferimentos e morrer quando estava internado nos cuidados intensivos pediátricos do Hospital de Faro. 

«Como era esperado, toda a nossa família está totalmente arrasada com a perda de Spencer e a vida nunca mais será a mesma»

 


RELACIONADOS

Família do bebé que morreu após queda de 2º andar em Lagos fala sobre tragédia

«A vida nunca mais será a mesma», revelou a família do menino de 18 meses, que sofreu uma queda fatal, no passado sábado