Valor dos fundos de investimento em circulação aumentou no 1.º trimestre para 26,5 mil ME

Valor dos fundos de investimento em circulação aumentou no 1.º trimestre para 26,5 mil ME

O valor líquido global das unidades de participação em circulação dos fundos de investimento aumentou 0,1 mil milhões de euros, para 26,5 mil milhões de euros, no final do primeiro trimestre deste ano face ao final de 2017.

Redação, 10 mai (Lusa) – O valor líquido global das unidades de participação em circulação dos fundos de investimento aumentou 0,1 mil milhões de euros, para 26,5 mil milhões de euros, no final do primeiro trimestre deste ano face ao final de 2017.


De acordo com as estatísticas sobre a atividade dos fundos de investimento divulgadas hoje pelo Banco de Portugal (BdP), nas aplicações verificou-se um investimento em títulos emitidos por não residentes de 0,3 mil milhões de euros, dos quais 0,2 mil milhões correspondiam a títulos de dívida de longo prazo, que foi compensado por um desinvestimento em imóveis e outros ativos não financeiros e em títulos emitidos por entidades residentes.


No primeiro trimestre, os particulares aumentaram o investimento em unidades de participação em 0,4 mil milhões de euros, optando maioritariamente por fundos de obrigações, apesar do “ligeiro decréscimo” entre fevereiro e março.


Segundo o banco central, os particulares mantiveram-se como o principal setor investidor em fundos de investimento, detendo cerca de 43% do total das unidades de participação em circulação no final de março de 2018.


PD// ATR

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Valor dos fundos de investimento em circulação aumentou no 1.º trimestre para 26,5 mil ME

O valor líquido global das unidades de participação em circulação dos fundos de investimento aumentou 0,1 mil milhões de euros, para 26,5 mil milhões de euros, no final do primeiro trimestre deste ano face ao final de 2017.