Impala

Prestações de crédito à habitação voltam a cair em janeiro para mínimo de 6 anos

Os clientes com crédito à habitação voltam a pagar menos este mês ao banco, estando as prestações a tocar valores mínimos de seis anos, segundo os cálculos feitos para a Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos.

*** Serviço de infografia disponível em www.lusa.pt ***



Lisboa, 02 jan (Lusa) — Os clientes com crédito à habitação voltam a pagar menos este mês ao banco, estando as prestações a tocar valores mínimos de seis anos, segundo os cálculos feitos para a Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos.


Num empréstimo no valor de 150 mil euros a 30 anos indexado à Euribor a seis meses com um ‘spread’ (margem de lucro do banco) de 1%, esse cliente vai passar a pagar já este mês 467,59 euros, menos 3,79 euros face à mensalidade que pagava desde a última revisão, em julho.


Já num empréstimo nas mesmas condições, mas indexado à Euribor a três meses, o valor a pagar é de 461,00 euros, menos 0,93 euros do que na revisão de outubro.


Em ambos os casos, os valores para janeiro são os mais baixos desde dezembro de 2010, altura em que a Lusa começou a compilar estes dados.


As prestações da casa têm caído consecutivamente acompanhando a redução das taxas Euribor que negoceiam mesmo em valores negativos históricos.


Em dezembro, a média mensal da taxa Euribor a seis meses foi de -0,218% e a três meses de -0,316%.



IM // CSJ


Lusa/fim


RELACIONADOS

Prestações de crédito à habitação voltam a cair em janeiro para mínimo de 6 anos

Os clientes com crédito à habitação voltam a pagar menos este mês ao banco, estando as prestações a tocar valores mínimos de seis anos, segundo os cálculos feitos para a Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos.