Preço das casas em Portugal aumentou mais do dobro do que na União Europeia
Impala

Preço das casas em Portugal aumentou mais do dobro do que na União Europeia

Portugal registou a segunda maior subida homóloga dos preços da habitação (10,5%) no quarto trimestre do 2017, tendo estes aumentado mais do dobro do que na zona euro e na UE.

Portugal registou a segunda maior subida homóloga dos preços da habitação (10,5%) no quarto trimestre do 2017, tendo estes aumentado mais do dobro do que na zona euro e na União Europeia (UE), divulga hoje o Eurostat.

Entre outubro e dezembro de 2017, de acordo com o gabinete de estatísticas da UE, o índice de preços da habitação avançou 4,2% na zona euro e 4,5% no conjunto dos 28 Estados-membros, face ao trimestre homólogo.

As maiores subidas nos preços das casas, tal como mede o índice dos preços da habitação, registaram-se na Irlanda (11,8%), Portugal (10,5%) e na Eslovénia (10,0%), havendo apenas um recuo em Itália (-0,3%).

Face ao trimestre anterior, os preços da habitação aumentaram 0,9% na zona euro e 0,7% na UE.

Na variação em cadeia, as maiores subidas foram assinaladas na Eslovénia (3,7%), na Croácia (3,2%) e em Chipre (2,7%), tendo havido quatro recuos: na Suécia (-2,8%), na Dinamarca (-1,7%), na Bélgica (-0,4%) e na Finlândia (-0,3%).

Em Portugal, o indicador cresceu 1,2% do terceiro para o quarto trimestre de 2017.

 


RELACIONADOS

Preço das casas em Portugal aumentou mais do dobro do que na União Europeia

Portugal registou a segunda maior subida homóloga dos preços da habitação (10,5%) no quarto trimestre do 2017, tendo estes aumentado mais do dobro do que na zona euro e na UE.