Impala

Panamá vai pedir informação aos EUA sobre corrupção praticada pela Odebrecht

O Ministério Público panamiano informou na quarta-feira que vai pedir informação aos EUA depois de o Departamento de Justiça norte-americano ter divulgado que a construtora brasileira Odebrecht pagou subornos em 12 países, entre os quais o Panamá.

Cidade do Panamá, 22 dez (Lusa) – O Ministério Público panamiano informou na quarta-feira que vai pedir informação aos EUA depois de o Departamento de Justiça norte-americano ter divulgado que a construtora brasileira Odebrecht pagou subornos em 12 países, entre os quais o Panamá.


“O Ministério Público vai solicitar oficialmente aos EUA informação sobre o caso Odebrecht”, anunciou esta instituição na sua conta oficial na rede social Twitter.


Documentos divulgados na quarta-feira pelo Departamento de Justiça indicam que a Odebrecht pagou cerca de 788 milhões de dólares (755 milhões de euros) de subornos em 12 países.


Os pagamentos foram feitos em relação com “mais de 100 projetos em 12 países, incluindo Angola, Argentina, Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guatemala, México, Moçambique, Panamá, Peru e Venezuela”, segundo a informação divulgada pelos norte-americanos.


Os documentos dos EUA foram conhecidos depois de ser anunciado um acordo judicial, mediante o qual a empresa se comprometeu a pagar multas num total de 2.047 milhões de dólares aos governos dos EUA, Brasil e Suíça, para compensar os atos ilícitos em que esteve sob investigação nestes países.



RN // MAG


Lusa/fim


RELACIONADOS

Panamá vai pedir informação aos EUA sobre corrupção praticada pela Odebrecht

O Ministério Público panamiano informou na quarta-feira que vai pedir informação aos EUA depois de o Departamento de Justiça norte-americano ter divulgado que a construtora brasileira Odebrecht pagou subornos em 12 países, entre os quais o Panamá.