Impala

Obras de expansão do porto moçambicano de Nacala arrancam em março

A empresa Portos do Norte anunciou o início em março da segunda fase das obras de expansão do Porto de Nacala, norte de Moçambique, orçadas em 400 milhões de dólares, com o objetivo de aumentar a capacidade da infraestrutura.

Maputo, 15 dez (Lusa) – A empresa Portos do Norte anunciou o início em março da segunda fase das obras de expansão do Porto de Nacala, norte de Moçambique, orçadas em 400 milhões de dólares, com o objetivo de aumentar a capacidade da infraestrutura.


De acordo com o diário Notícias de Maputo, o chefe de Operações da Empresa Portos do Norte, Luís Machado, afirmou que as obras vão durar três anos e uma vez concluídas, o Porto de Nacala, província de Nampula, terá capacidade para manusear 250 mil contentores de 20 pés por ano.


Atualmente, aquela infraestrutura tem capacidade para escoar 180 mil contentores de 20 pés cúbicos por ano e pode receber de uma só vez seis navios, disse Machado.


Até ao final do ano em curso, o Porto de Nacala espera manusear 73 mil contentores.


O chefe de Operações da Empresa Portos dos Norte, com a melhoria da linha-férrea entre Moçambique e Zâmbia, com 388 quilómetros, espera-se um incremento do comércio internacional zambiano através do Porto de Nacala.


“O Malaui está neste momento numa situação de normalidade em termos de tráfego. Quer dizer que, neste momento, o Corredor de Desenvolvimento de Nacala está a trabalhar satisfatoriamente. Estamos a fazer cerca de dois a três comboios por semana, consoante o volume de carga. Este é um grande salto de rotação do movimento”, afirmou Luís Machado.


As obras de reabilitação e expansão do Porto de Nacala contam com o apoio financeiro japonês, que disponibilizou os 400 milhões de dólares (mais de 383 milhões de euros).


Além de ser uma plataforma importante para o comércio internacional da Zâmbia e Malaui, dois países da África Austral sem acesso direto ao mar, o Porto de Nacala também é importante para os planos de aumento das exportações de carvão mineral produzido na província de Tete, centro de Moçambique.



PMA // VM


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Obras de expansão do porto moçambicano de Nacala arrancam em março

A empresa Portos do Norte anunciou o início em março da segunda fase das obras de expansão do Porto de Nacala, norte de Moçambique, orçadas em 400 milhões de dólares, com o objetivo de aumentar a capacidade da infraestrutura.