Mérito da recuperação do país é das empresas, mas Governo continua a penalizá-las - CIP
Impala

Mérito da recuperação do país é das empresas, mas Governo continua a penalizá-las – CIP

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, atribuiu hoje às empresas o mérito da recuperação económica do país, lamentando que continuem a ser “insuficientemente” apoiadas pelo Governo e penalizadas por uma crescente carga fiscal.

Santa Maria da Feira, 11 abr (Lusa) — O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, atribuiu hoje às empresas o mérito da recuperação económica do país, lamentando que continuem a ser “insuficientemente” apoiadas pelo Governo e penalizadas por uma crescente carga fiscal.


Falando na sessão de abertura do “Congresso CIP 2018 — O Valor das Empresas”, que decorre hoje no Europarque, em Santa Maria da Feira, António Saraiva sustentou que a “recuperação que muitos insistem em discutir se é mérito deste Governo, do anterior ou de uma eventual conjunção de condições propícias ao crescimento”, se deve, na verdade, “às empresas”.


“Em 2017, atingimos o maior nível de crescimento económico em 17 anos por mérito das empresas. Se a taxa de desemprego está hoje abaixo dos 8%, é porque as empresas geraram mais emprego. As empresas privadas são responsáveis por dois terços do emprego total e empregam mais de 80% dos trabalhadores por conta de outrem”, sustentou.



PD // ATR

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Mérito da recuperação do país é das empresas, mas Governo continua a penalizá-las – CIP

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, atribuiu hoje às empresas o mérito da recuperação económica do país, lamentando que continuem a ser “insuficientemente” apoiadas pelo Governo e penalizadas por uma crescente carga fiscal.