IMT fecha quatro centros de inspeção por não cumprirem exigências técnicas

IMT fecha quatro centros de inspeção por não cumprirem exigências técnicas

Quatro centros de inspeções em Sines, Seia, Castelo Paiva, e Ponte de Lima vão fechar hoje por não se adaptarem às exigências técnicas impostas dentro do prazo legalmente estabelecido, anunciou o Instituto da Mobilidade e dos Transportes.

Lisboa, 30 nov (Lusa) – Quatro centros de inspeções em Sines, Seia, Castelo Paiva, e Ponte de Lima vão fechar hoje por não se adaptarem às exigências técnicas impostas dentro do prazo legalmente estabelecido, anunciou o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).


Numa nota na página na Internet, o organismo informa que os centros de inspeções de Sines (código 245), Seia (código 065), Castelo Paiva (código 083) e Ponte de Lima (código 002) não se adaptaram às exigências técnicas impostas dentro do prazo legalmente estabelecido.


Assim, “o IMT, em cumprimento do enquadramento legal em vigor, impôs a cessão da atividade inspetiva nesses centros, a partir das 00:00 do dia 30 de novembro”.


Na mesma nota, o organismo adianta que a lei prevê a caducidade dos contratos nos casos em que é desrespeitado o regime jurídico de acesso e permanência na atividade de inspeção técnica de veículos a motor e seus reboques.



JNM // ATR


Lusa/FIm


RELACIONADOS

IMT fecha quatro centros de inspeção por não cumprirem exigências técnicas

Quatro centros de inspeções em Sines, Seia, Castelo Paiva, e Ponte de Lima vão fechar hoje por não se adaptarem às exigências técnicas impostas dentro do prazo legalmente estabelecido, anunciou o Instituto da Mobilidade e dos Transportes.