Impala

Governo obrigado a entregar em 2017 remanescente do orçamentado para a Lusa em 2016

A Comissão do Orçamento e Finanças aprovou uma proposta do CDS-PP que obriga o Governo a entregar à Lusa durante 2017 o remanescente correspondente ao orçamentado para a agência de notícias este ano.

Lisboa, 20 dez (Lusa) — A Comissão do Orçamento e Finanças aprovou hoje uma proposta do CDS-PP que obriga o Governo a entregar à Lusa durante 2017 o remanescente correspondente ao orçamentado para a agência de notícias este ano.


“O CDS apresentou uma proposta, que foi hoje aprovada, que prevê que para além do valor que o Governo já transferiu este ano para a agência de notícias — correspondente ao contrato programa -, seja reposto em 2017 o remanescente do orçamentado para este ano”, disse a deputada Vânia Dias da Silva à Lusa.


No Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), o Governo inscreveu uma verba de 15,8 milhões de euros para a agência de notícias Lusa, face aos 13,2 milhões de euros inscritos no orçamento de 2015.


O contrato da Lusa com o Estado terminou em 31 de dezembro do ano passado, estando a agência de notícias a aguardar, atualmente, a assinatura do novo contrato de prestação de serviço público.



SMS (ALU) // MSF


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Governo obrigado a entregar em 2017 remanescente do orçamentado para a Lusa em 2016

A Comissão do Orçamento e Finanças aprovou uma proposta do CDS-PP que obriga o Governo a entregar à Lusa durante 2017 o remanescente correspondente ao orçamentado para a agência de notícias este ano.