Impala

Governo funde investigação de acidentes ferroviários e aéreos num único organismo

O Governo decidiu fundir os gabinetes de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF) e de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA) num organismo único, um modelo que permite “uma maior coordenação das operações”.

Lisboa, 12 jan (Lusa) – O Governo decidiu fundir os gabinetes de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF) e de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA) num organismo único, um modelo que permite “uma maior coordenação das operações”.


O Ministério do Planeamento e das Infraestruturas vai avançar com a criação do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), no qual convergirão as competências atualmente atribuídas ao GISAF e GPIAA, que serão extintos.


“O novo organismo terá como missão principal investigar os acidentes e incidentes ferroviários e ocorridos com aeronaves civis, de modo a determinar as suas causas, elaborar e divulgar os correspondentes relatórios e formular recomendações que evitem a sua repetição”, esclarece o ministério de Pedro Marques, referindo que este modelo está em vigor em países como a Holanda, Dinamarca, Suécia, Noruega, Croácia ou Bulgária.


Até à entrada em vigor deste modelo, as direções do GISAF e do GPIAA serão asseguradas por Nelson Rodrigues de Oliveira, que desempenha as funções de diretor do GISAF desde outubro de 2013.


Segundo o Governo este novo modelo “dá garantias quanto aos níveis de segurança, eficácia, celeridade e qualidade da investigação, e contribui para uma visão integrada da área dos transportes, potenciando o aproveitamento de sinergias e a partilha de competências na investigação e prevenção”.


“Esta entidade, reforçada nas suas competências, permitirá ainda uma maior coordenação das operações de investigação e prevenção, quer com as entidades homólogas de outros países, quer com as entidades nacionais com outras competências neste tipo de acidentes e incidentes”, acrescenta.



JNM // ATR


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Governo funde investigação de acidentes ferroviários e aéreos num único organismo

O Governo decidiu fundir os gabinetes de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF) e de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA) num organismo único, um modelo que permite “uma maior coordenação das operações”.