Impala

Empréstimos concedidos a particulares para habitação continuam a cair – Banco de Portugal

Os empréstimos concedidos pelos bancos a particulares para habitação continuaram a cair em dezembro (2,7%) em termos homólogos, assim como os concedidos a sociedades não financeiras (2,6%), segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

Lisboa, 31 jan (Lusa) — Os empréstimos concedidos pelos bancos a particulares para habitação continuaram a cair em dezembro (2,7%) em termos homólogos, assim como os concedidos a sociedades não financeiras (2,6%), segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).


Em novembro, as taxas de variação anual (TVA) destes empréstimos tinham sido semelhantes.


Em dezembro de 2016, a tva dos empréstimos concedidos às famílias foi de -1,6%, que compara com -2,2% no final de 2015.


De acordo com os dados do BdP, este indicador apresenta valores negativos desde junho de 2011, tendo atingido o valor mínimo em janeiro de 2013 (-4,4%).


“A evolução dos empréstimos às famílias é influenciada em larga medida pelos empréstimos à habitação, que representavam no final de 2016 mais de 80% do total”, sublinha.


O segmento dos empréstimos ao consumo e outros fins apresentou uma tva de 3,0% em dezembro de 2016, que compara com 0,9% em 2015.


O rácio de crédito vencido dos empréstimos às famílias foi de 4,9%, menos 0,2 pontos percentuais do que no final de 2015.


“Esta redução é influenciada essencialmente pela finalidade de consumo e outros fins, onde o indicador diminui 1,6 pontos percentuais, situando-se em 12,4%”, refere.


A percentagem de devedores do setor das famílias com crédito vencido diminuiu 0,8 pontos percentuais em relação a 2015, fixando-se em 13,2%.


“Estes indicadores, à semelhança do verificado nas sociedades não financeiras, estão influenciados pelos abatimentos e vendas de carteiras de crédito pelas instituições financeiras”, sinaliza o BdP.


A tva dos empréstimos concedidos às sociedades não financeiras, por sua vez, situou-se em -2,6%, o que representa um decréscimo de 0,5 pontos percentuais em relação a dezembro de 2015.


A redução dos empréstimos às sociedades não financeiras é transversal às diversas classes de dimensão e às empresas públicas e privadas, refere a instituição, acrescentando que o segmento das empresas privadas exportadoras é o único a apresentar tva positiva em dezembro de 2016 (0,9%).


O rácio de crédito vencido das sociedades não financeiras, por sua vez, situou-se em 15,7%, aumentando 0,2 pontos percentuais em relação ao final de 2015.


No sentido contrário, a percentagem de devedores com crédito vencido diminuiu 1,1 pontos percentuais, fixando-se em 27,5%, “o que reflete um ligeiro aumento da concentração do crédito vencido”.



ICO// ATR

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Empréstimos concedidos a particulares para habitação continuam a cair – Banco de Portugal

Os empréstimos concedidos pelos bancos a particulares para habitação continuaram a cair em dezembro (2,7%) em termos homólogos, assim como os concedidos a sociedades não financeiras (2,6%), segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).