Impala

Centro de Portugal ultrapassa barreira dos seis milhões de dormidas em 2016

A região Centro de Portugal ultrapassou a barreira dos seis milhões de dormidas em 2016, ano que registou aumentos no número de visitantes, na taxa de ocupação dos hotéis e nas receitas dos operadores turísticos.

Aveiro, 05 jan (Lusa) – A região Centro de Portugal ultrapassou a barreira dos seis milhões de dormidas em 2016, ano que registou aumentos no número de visitantes, na taxa de ocupação dos hotéis e nas receitas dos operadores turísticos.


“Ultrapassar a barreira mítica dos seis milhões de dormidas é uma proeza notável. O ano de 2016 na região Centro foi de consolidação do crescimento, uma tendência que já se tinha registado em anos anteriores, afigurando-se como o melhor ano desde, pelo menos, 2009”, disse hoje à agência Lusa o presidente da Entidade Regional Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado.


Os dados do Instituto Nacional de Estatística sobre os primeiros dez meses do ano (janeiro a outubro de 2016) revelam um crescimento global médio de dez por cento na região, com as dormidas de turistas nacionais a aumentarem 12,2 por cento e as de visitantes estrangeiros a crescerem oito por cento.


No mesmo período, os proveitos dos operadores turísticos cresceram 13,52 por cento, atingindo 201 milhões de euros, valor que irá inevitavelmente crescer quando forem contabilizados os dois meses em falta (novembro e dezembro).


“Em dez meses de 2016, foi ultrapassado o valor somado dos anos de 2013 e 2014”, exemplifica Pedro Machado.


Em igual período de 2015, o número de hóspedes totais na região, nacionais e estrangeiros, aumentou 14,10 por cento e os proveitos dos operadores turísticos aumentaram 16,20 por cento. Também o número de turistas atendidos nos postos de turismo aumentou significativamente (23,28 por cento), com o posto de Turismo de Aveiro a registar uma subida recorde de mais de 42 por cento.



RBF // SSS


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Centro de Portugal ultrapassa barreira dos seis milhões de dormidas em 2016

A região Centro de Portugal ultrapassou a barreira dos seis milhões de dormidas em 2016, ano que registou aumentos no número de visitantes, na taxa de ocupação dos hotéis e nas receitas dos operadores turísticos.