Impala

Brasil registou défice de 21,8 mil milhões de euros nas transações correntes em 2016

O Banco Central do Brasil informou hoje que as transações correntes (saldo das trocas de mercadorias e serviços do país com o resto do mundo) encerraram 2016 com um défice de 23,5 mil milhões de dólares (21,8 mil milhões de euros).

São Paulo, Brasil, 24 jan (Lusa) – O Banco Central do Brasil informou hoje que as transações correntes (saldo das trocas de mercadorias e serviços do país com o resto do mundo) encerraram 2016 com um défice de 23,5 mil milhões de dólares (21,8 mil milhões de euros).


No fim de 2015, o saldo negativo acumulado das transações correntes brasileiras ficou em 58,9 mil milhões de dólares (54,7 mil milhões de euros).


A conta dos serviços, que contribuiu para o resultado negativo total acumulado em 2016, ao somar gastos com viagens internacionais, transporte, aluguer de equipamentos e seguros, teve um défice de 30,4 mil milhões de dólares (28,2 mil milhões de euros).


As contas, que incluem os investimentos brasileiros no exterior e o investimento direto de estrangeiros, terminaram o ano passado com um saldo negativo de 16,2 mil milhões de dólares (15 mil milhões de euros).


Já a balança comercial do país registou um resultado positivo de 45 mil milhões de dólares (41,8 mil milhões de euros) em 2016, influenciada pela diminuição das importações e pelo câmbio.


O Banco Central destacou também que, só no mês de dezembro do ano passado, houve um défice de 5,9 mil milhões de dólares (5,4 mil milhões de euros) nas transações correntes do Brasil face ao saldo negativo de 2,4 mil milhões de dólares (2,2 mil milhões de euros) registado em 2015.



CYR // VM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Brasil registou défice de 21,8 mil milhões de euros nas transações correntes em 2016

O Banco Central do Brasil informou hoje que as transações correntes (saldo das trocas de mercadorias e serviços do país com o resto do mundo) encerraram 2016 com um défice de 23,5 mil milhões de dólares (21,8 mil milhões de euros).