Deputado do PS acusado de não pagar renda e entregar casa destruída a senhoria

Deputado do PS acusado de não pagar renda e entregar casa destruída a senhoria

O presidente da Concelhia PS/Porto, Renato Sampaio é acusado pela antiga senhoria da casa onde viveu mais de 40 anos

Renato Sampaio, presidente da Concelhia PS/Porto, foi acusado pela ex-senhoria de não pagar a renda e de ter desenvolvido o apartamento em muito mau estado.

Quem denunciou a situação foi própria antiga senhoria do deputado, Cristina Padrão, através das redes sociais. «Há sempre um dia em que uma pessoa fica farta», começa por desabafar a proprietária.

Cristina Padrão revela que esteve durante «oito meses» a tentar que Renato Sampaio pagasse o que lhe devia e que nunca conseguira «qualquer resultado», até fazer uma publicação a denunciar o caso no Facebook. De acordo com a senhoria, no dia a seguir à divulgação do post, o deputado do PS ter-lhe-á batido à porta com a promessa de que pagaria tudo o que estava a dever.

«Acontece que o senhor não só não pagou, como entretanto percebeu que não tinha hipótese a não ser negociar nova renda ou abandonar o local, e optou pela última hipótese», explica.

O apartamento arrendado acabou por ser devolvido a Cristina Padrão, no passado dia 30 de abril, parcialmente destruído.

«Vai daí, passo a tornar públicas as primeiras imagens que documentam o estado em que o engenheiro e deputado Renato Sampaio devolveu o apartamento, depois de o ter habitado mais de 40 anos. Temos pena…», termina.

Renato Sampaio garantiu ao Observador que «é tudo mentira» e que pretende avançar com uma acção em tribunal contra a ex-senhoria.

VEJA AINDA: Partido Socialista: Despida e indecisa, deputada mostra quase tudo

 


RELACIONADOS

Deputado do PS acusado de não pagar renda e entregar casa destruída a senhoria

O presidente da Concelhia PS/Porto, Renato Sampaio é acusado pela antiga senhoria da casa onde viveu mais de 40 anos