Impala

Trump proíbe funcionários da Agência de Proteção Ambiental de dar informações

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, proibiu os funcionários da Agência de Proteção Ambiental de darem informações à imprensa e fazerem atualizações nas redes sociais, depois de ter congelado os seus contratos e subvenções.

Washington, 24 jan (Lusa) — O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, proibiu hoje os funcionários da Agência de Proteção Ambiental de darem informações à imprensa e fazerem atualizações nas redes sociais, depois de ter congelado os seus contratos e subvenções.


“A nova administração da Agência de Proteção Ambiental pediu que todos os contratos e subvenções sejam temporariamente suspensos com efeito imediato. Até recebermos mais esclarecimentos, isso incluiu ordens de trabalho e atribuição de trabalho”, disse uma das diretoras da agência à imprensa.


Os funcionários foram proibidos de dar informações aos jornalistas e nas redes sociais.


Um memorando interno especifica que não haverá nenhum comunicado de imprensa, mensagens em blogues e os pedidos dos jornalistas são cuidadosamente analisados.


Em 2013, a agência assinou vários milhões de dólares em contratos e subvenções.


Donald Trump disse em várias ocasiões que as alterações climáticas são um “engano”.


O Presidente assinou hoje as ordens executivas para relançar a construção dos polémicos projetos dos oleodutos de Keystone XL e Dakota Acess, apesar das críticas dos grupos ecologistas.



MSE // ARA

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Trump proíbe funcionários da Agência de Proteção Ambiental de dar informações

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, proibiu os funcionários da Agência de Proteção Ambiental de darem informações à imprensa e fazerem atualizações nas redes sociais, depois de ter congelado os seus contratos e subvenções.