Impala

Portugal tem quatro projetos finalistas ao Prémio Europeu Mies van der Rohe 2017

Portugal tem quatro projetos finalistas ao Prémio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia Mies van der Rohe 2017, anunciou a Comissão Europeia, que divulgou a lista dos 40 selecionados, provenientes de 17 países.

Lisboa, 30 jan (Lusa) – Portugal tem quatro projetos finalistas ao Prémio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia Mies van der Rohe 2017, anunciou hoje a Comissão Europeia, que divulgou a lista dos 40 selecionados, provenientes de 17 países.


O prémio, no valor de 60 mil euros, instituído em 1987 pela Comissão Europeia e pela Fundação Mies van der Rohe, com sede em Barcelona, é considerado um dos galardões de maior prestígio na área da arquitetura.


Os quatro projetos finalistas construídos em Portugal são os seguintes: Casa em Oeiras, do ateliê Pedro Domingos Arquitetos; o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, pelo ateliê britânico AL_A – Amanda Levete; a Sede da EDP em Lisboa, pelo ateliê Aires Mateus; e o Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, em Chaves, por Álvaro Siza Vieira.


Quando a primeira lista de projetos nomeados para o prémio foi anunciada pela Comissão Europeia, em dezembro do ano passado, Portugal tinha 13 projetos entre os 356 selecionados, provenientes de 36 países.



AG // TDI

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Portugal tem quatro projetos finalistas ao Prémio Europeu Mies van der Rohe 2017

Portugal tem quatro projetos finalistas ao Prémio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia Mies van der Rohe 2017, anunciou a Comissão Europeia, que divulgou a lista dos 40 selecionados, provenientes de 17 países.