Petróleo garante 200.000 dólares por mês ao Hospital Pediátrico de Luanda

Petróleo garante 200.000 dólares por mês ao Hospital Pediátrico de Luanda

A petrolífera estatal angolana Sonangol vai disponibilizar mensalmente, durante um ano, 200.000 dólares ao Hospital Pediátrico de Luanda, para tentar suprir as carências de medicamentos, camas e manutenção daquela unidade sanitária.

Luanda, 11 mai (Lusa) – A petrolífera estatal angolana Sonangol vai disponibilizar mensalmente, durante um ano, 200.000 dólares ao Hospital Pediátrico de Luanda, para tentar suprir as carências de medicamentos, camas e manutenção daquela unidade sanitária, foi hoje anunciado.


O apoio é fruto de um protocolo de superação assinado hoje entre a petrolífera estatal e a unidade hospitalar, em face das várias preocupações do hospital público que atende diariamente, só no banco de urgência, mais de 300 crianças, com diversas complicações.


A situação preocupa o diretor-geral do Hospital Pediátrico de Luanda, Francisco Domingos, que apresentou o quadro geral da situação do hospital, onde a malária, doenças respiratórias agudas, diarreicas e a malnutrição lideram as causas de morte entre as crianças.


“Aumentou imenso a demanda do hospital e tivemos que nos adaptar, inclusive com uma consulta externa para podermos criar soluções. Temos um orçamento que é exíguo”, disse, na ocasião, Francisco Domingos, manifestando ainda preocupação com as crianças com insuficiência renal que ali acorrem.


“Os doentes com insuficiência renal que acorrem aqui no hospital temos de os enviar para o Hospital Josina Machel, principalmente por falta de recursos para pagar as empresas de manutenção dos nossos meios”, explicou.


A par do protocolo hoje assinado, o presidente do conselho de administração da Sonangol, Carlos Saturno de Oliveira garantiu ainda apoiar durante o ano a unidade hospitalar com um montante adicional de até dois milhões de dólares, para cobertura de outras despesas.


“Permita-nos informar que adicionalmente a Sonangol vai ainda este ano disponibilizar para outras ações um montante que será entre um milhão a dois milhões de dólares porque não podemos ficar insensíveis a esta causa que envolve centenas de crianças”, disse na ocasião.


O Hospital Pediátrico de Luanda é uma instituição pública, vocacionada para a assistência médica na área da saúde infantil, com abrangência nacional.



DYAS // VM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Petróleo garante 200.000 dólares por mês ao Hospital Pediátrico de Luanda

A petrolífera estatal angolana Sonangol vai disponibilizar mensalmente, durante um ano, 200.000 dólares ao Hospital Pediátrico de Luanda, para tentar suprir as carências de medicamentos, camas e manutenção daquela unidade sanitária.