Impala

Orquestra Metropolitana de Lisboa estreia peça de Janusz Bielecki

A Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do maestro Sebastian Perlowski, realiza, a partir de domingo, quatro concertos de Ano Novo, com a estreia uma peça de Janusz Bielecki, apresentando-se em Lisboa, Almada, Porto e Barreiro.

Lisboa, 30 dez (Lusa) — A Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML), sob a direção do maestro Sebastian Perlowski, realiza, a partir de domingo, quatro concertos de Ano Novo, com a estreia uma peça de Janusz Bielecki, apresentando-se em Lisboa, Almada, Porto e Barreiro.


“A receita é de requinte. Junta-se a sedução das valsas à determinação das marchas, pontua-se com a fogosidade das polcas e tudo se mistura nos ocultos sortilégios de um mago da boa-disposição”, afirma a OML em comunicado.


No domingo às 17:00, a OML toca no grande auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, na quarta-feira, às 21:00, no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, no distrito de Setúbal, na próxima sexta-feira às 21:30, no Coliseu do Porto, e, finalmente, no dia 08, às 16:00, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, no Barreiro, no distrito de Setúbal.


Do compositor polaco Janusz Bielecki é estreada, nesta série de concertos, a peça “Metamorfoses”, com arranjos de I.Boczek, sendo ainda tocada a peça “Paráfrases”, também de Bielecki, com arranjos de Boczek.


Janusz Bielecki é um compositor polaco cujas peças foram apresentadas em salas como a do Palau de la Música Catalana, em Barcelona, a Großer Saal do Musikverein, em Viena, ou na Ópera de Sydney, na Austrália.


Este ano o compositor editou o álbum “Piano Impressions”, no qual interpreta peças para piano de sua autoria.


O programa dos concertos da OML inclui ainda a abertura da ópera “Guilherme Tell”, de Gioachino Rossini, várias valsas de Johann Strauss, filho, e ainda a abertura da ópera “Ruslan e Ludmilla”, de Mikhail Glinka.


O maestro polaco Sebastian Perlowski foi finalista do Concurso Internacional para Jovens Maestros que se realizou em 2012 em Lisboa.


Perlowski é licenciado em Composição e Direção Sinfónica e Orquestral na Academia de Música de Katowice, na Polónia. Entre as várias distinções que recebeu, refira-se a nomeação do público e da crítica para o Prémio de Melhor Maestro dos últimos cinco anos da Ópera de Cracóvia, na Polónia, e a nomeação para o Prémio de Direção do Festival de Salzburgo. Atualmente é vice-diretor artístico da Ópera de Poznan, na Polónia.



NL // MAG


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Orquestra Metropolitana de Lisboa estreia peça de Janusz Bielecki

A Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do maestro Sebastian Perlowski, realiza, a partir de domingo, quatro concertos de Ano Novo, com a estreia uma peça de Janusz Bielecki, apresentando-se em Lisboa, Almada, Porto e Barreiro.