Impala

Equipa local faz primeiro implante de um “pacemaker” em Cabo Verde

Uma equipa de técnicos do serviço de cardiologia do Hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia, fez com sucesso o primeiro implante de um “pacemaker”, anunciou o Ministério da Saúde em nota.

Praia, 25 jan (Lusa) – Uma equipa de técnicos do serviço de cardiologia do Hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia, fez com sucesso o primeiro implante de um “pacemaker”, anunciou hoje o Ministério da Saúde em nota.


“Foi implantado o primeiro ‘pacemaker’ neste hospital com técnicos nacionais autónomos nessa prática”, diz a nota, acrescentando que o procedimento ocorreu a 18 de janeiro e que o doente em causa se “encontra bem e respondeu positivamente ao dispositivo”.


Em breve a mesma equipa colocará um dispositivo semelhante num doente da cidade do Mindelo, ilha de São Vicente.


“Com a autonomia técnica nesta matéria, contamos ter em breve um centro nacional de hemodinâmica que permitirá tratar localmente os doentes”, refere a nota.


O Ministério da Saúde lembra que a necessidade deste dispositivo tem levado ao envio de doentes para Portugal “às vezes em situações de extrema fragilidade”, adiantando que apesar dos progressos conseguidos o envio de doentes continuará “com o apoio da cooperação portuguesa”.


As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte em Cabo Verde.



CFF // EL

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Equipa local faz primeiro implante de um “pacemaker” em Cabo Verde

Uma equipa de técnicos do serviço de cardiologia do Hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia, fez com sucesso o primeiro implante de um “pacemaker”, anunciou o Ministério da Saúde em nota.