Impala

Delegados de saúde devem intensificar visitas a lar de idosos devido ao frio – DGS

Os delegados de saúde devem intensificar as visitas aos lares de idosos como medida preventiva tendo em conta a previsão de descida das temperaturas a partir de hoje, recomenda a Direção-geral de Saúde.

Lisboa, 13 jan (Lusa) — Os delegados de saúde devem intensificar as visitas aos lares de idosos como medida preventiva tendo em conta a previsão de descida das temperaturas a partir de hoje, recomenda a Direção-geral de Saúde (DGS).


O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê a partir de hoje e, pelo menos até dia 21, que se verifique uma descida das temperaturas, em especial da mínima, que pode atingir valores entre -1 e -4 graus em Bragança, Vila rela, Guarda, Braga, Leiria, Viseu, Évora e Portalegre.


“A DGS, a título preventivo, reforçou as orientações dadas à rede nacional de delegados de saúde no sentido da intensificação de visitas de caráter pedagógico aos lares de idosos”, refere uma nota enviada à agência Lusa.


Tendo em conta que o frio pode precipitar a descompensação de doenças crónicas, a autoridade de saúde insiste ainda nas recomendações preventivas à população: manter o corpo hidratado e quente, aquecer a casa, ter em atenção que há fontes de calor que representam risco de incêndio ou intoxicação, estabelecer contacto com familiares e vizinhos ou telefonar, em caso de necessidade, para a Linha Saúde 24.



ARP // PMC


Lusa/fim


RELACIONADOS

Delegados de saúde devem intensificar visitas a lar de idosos devido ao frio – DGS

Os delegados de saúde devem intensificar as visitas aos lares de idosos como medida preventiva tendo em conta a previsão de descida das temperaturas a partir de hoje, recomenda a Direção-geral de Saúde.