Covid-19: Mais 54 novas infeções e Moçambique ultrapassa os 3.000 casos

Moçambique registou mais 54 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e elevou para 3.045 o total de casos, mantendo-se com 19 óbitos, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Covid-19: Mais 54 novas infeções e Moçambique ultrapassa os 3.000 casos

Covid-19: Mais 54 novas infeções e Moçambique ultrapassa os 3.000 casos

Moçambique registou mais 54 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e elevou para 3.045 o total de casos, mantendo-se com 19 óbitos, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Dos 54 casos anunciados hoje, 48 são de nacionalidade moçambicana e seis são estrangeiros, refere-se na nota de atualização de dados do ministério, enviada à comunicação social.

Os novos casos, distribuídos pelas províncias de Maputo (10), Niassa (01), Zambézia (03), Sofala (08) e cidade de Maputo (32), estão em isolamento domiciliar, indicam as autoridades de saúde.

“Neste momento decorre o processo de identificação dos seus contactos”, acrescenta a nota.

Dos casos já registados em Moçambique, 2.812 são de transmissão local e 233 são importados, havendo 13 pessoas internadas e que “padecem de patologias crónicas diversas associadas à covid-19”.

As autoridades de saúde anunciaram ainda que mais 44 pessoas foram dadas como recuperadas, elevando o total para 1.291 (42%).

Dos casos ativos em Moçambique, a cidade de Maputo, capital do país, regista o maior número, com 733 infeções, seguida da província de Maputo, com 313 casos, ambas no sul do país.

As províncias do norte de Moçambique, Nampula e Cabo Delgado, seguem com 227 e 205 casos, respetivamente, enquanto as restantes sete províncias do país registam menos de 140 infeções.

Moçambique já testou um total de 80.913 casos suspeitos e foram rastreadas pouco mais de 1,8 milhões de pessoas, desde o anúncio da primeira infeção, em 22 de março.

Um total de 6.775 pessoas observam ainda a quarentena domiciliar das 30.754 pessoas que foram submetidas a esse tipo de isolamento.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 781.194 mortos e infetou mais de 22,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

EYAC // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS