Covid-19: Brasil ultrapassa seis milhões de casos de infeção

O Brasil ultrapassou hoje a barreira dos seis milhões (6.020.164) de casos de infeção pelo novo coronavírus, após contabilizar 38.397 infetados nas últimas 24 horas, informou o executivo.

Covid-19: Brasil ultrapassa seis milhões de casos de infeção

Covid-19: Brasil ultrapassa seis milhões de casos de infeção

O Brasil ultrapassou hoje a barreira dos seis milhões (6.020.164) de casos de infeção pelo novo coronavírus, após contabilizar 38.397 infetados nas últimas 24 horas, informou o executivo.

O Brasil tornou-se assim no terceiro país do mundo a transpor a marca dos seis milhões de infetados, apenas atrás dos Estados Unidos (12,2 milhões) e da Índia (cerca de nove milhões), de acordo com o portal Worldometer, que compila quase em tempo real informações da Organização Mundial da Saúde, dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças, de fontes oficiais dos países, de publicações científicas e de órgãos de informação.

Em relação ao número de mortes, o país sul-americano somou 552 óbitos entre quinta-feira e hoje, totalizando agora 168.613 vítimas mortais.

As autoridades de Saúde brasileira indicaram no seu boletim epidemiológico que a taxa de incidência da covid-19 está em 80,2 mortes e 2.864,7 casos por cada 100 mil habitantes, enquanto que taxa de letalidade mantém-se em 2,8%.

Os estados brasileiros com mais infeções são São Paulo (1.200.348), Minas Gerais (393.110), Bahia (382.164) e Rio de Janeiro (336.915).

Em relação às vítimas mortais, as unidades federativas que lideram essa lista são São Paulo (41.179), Rio de Janeiro (21.938), Minas Gerais (9.688) e Ceará (9.477).

Por outro lado, um consórcio formado pela imprensa brasileira, que colabora na recolha de informações junto das secretarias de Saúde estaduais, anunciou que o país somou 521 óbitos e 34.516 infetados nas últimas 24 horas, totalizando 6.017.605 casos e 168.662 vítimas mortais.

No Brasil, país cerca de 212 milhões de habitantes, 5.422.102 de pessoas diagnosticadas com a covid-19 já recuperaram da doença, enquanto que 429.449 estão sob acompanhamento médico.

Segundo a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), a procura por testes à covid-19 vem aumentando em todo o país, numa subida de 30% face aos últimos 15 dias de outubro.

Contudo, o aumento de testagem foi acompanhado por um crescimento na taxa de exames que tiveram resultado positivo (aumento de 25% em relação ao período anterior).

Os números da Abramed incluem laboratórios que atuam dentro de hospitais e unidades de ambulatório que atendem pacientes com planos de saúde ou particulares, e representam cerca de 60% dos exames feitos na saúde suplementar em todo o país.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.360.914 mortos resultantes de mais de 56,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

MYMM//RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS