Cinemas portugueses voltam a perder espectadores em março

Cinemas portugueses voltam a perder espectadores em março

As salas de cinema portuguesas registaram em março 1,1 milhões de espectadores, o que representa uma perda de 5,9% face ao mesmo mês de 2017, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual.

Lisboa, 11 abr (Lusa) – As salas de cinema portuguesas registaram em março 1,1 milhões de espectadores, o que representa uma perda de 5,9% face ao mesmo mês de 2017, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).


As receitas de bilheteira também sofreram uma quebra em março, de 3,8%, para um total de 6,1 milhões de euros.


De janeiro a março, o ICA contabilizou 19,8 milhões de euros de receita bruta de bilheteira e 3,6 milhões de espectadores, ou seja, menos 779 mil euros e menos 217.661 bilhetes emitidos, comparando com o primeiro trimestre de 2017.


Segundo dados do ICA, recolhidos nos 18 distritos, nos Açores e na Madeira, cada sessão de cinema realizada em março teve, em média, 23 espectadores.


Em março, o filme mais visto pelos portugueses foi “As cinquenta sombras livre”, de James Foley, com 427.614 espectadores, seguindo-se “Black Panther”, de Ryan Coogler, com 286.972 bilhetes emitidos.


“Bad investigate”, de Luís Ismael, foi o filme português mais visto em circuito comercial, com 45.413 espectadores.


Em março, estrearam-se 87 longas-metragens nos cinemas nacionais, dos quais oito eram portuguesas, como “Colo”, de Teresa Villaverde”, “Aparição”, de Fernando Vendrell, e “Ramiro”, de Manuel Mozos.



SS // TDI

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Cinemas portugueses voltam a perder espectadores em março

As salas de cinema portuguesas registaram em março 1,1 milhões de espectadores, o que representa uma perda de 5,9% face ao mesmo mês de 2017, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual.