Cem pessoas assistidas pelo INEM na peregrinação a Fátima

Cem pessoas assistidas pelo INEM na peregrinação a Fátima

Cem pessoas foram assistidas por profissionais de saúde do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) na peregrinação a Fátima, a maioria por doença súbita, informou o INEM em comunicado.

Cem pessoas foram assistidas ontem, dia 13 de maio, até às 18:00, por profissionais de saúde do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) na peregrinação a Fátima, a maioria por doença súbita, informou o INEM em comunicado.

Segundo o INEM, das 100 pessoas assistidas, 75 foram encaminhadas para um hospital de campanha, com 23 a serem transferidas para o Hospital de Leiria.

Do total de pessoas acompanhadas pelo INEM, 81 manifestavam sinais de doença súbita e 19 de trauma.

Catorze das vítimas foram consideradas casos urgentes e 86 pouco urgentes, incluindo 11 pessoas que tiveram de receber apoio psicológico.

Na operação “Fátima 2018” estiveram envolvidos 40 profissionais do INEM, entre médicos, enfermeiros, técnicos de emergência pré-hospitalar, psicólogos e farmacêuticos.

VEJA MAIS: Papa associa-se à peregrinação ao Santuário de Fátima onde esteve há um ano

 


RELACIONADOS

Cem pessoas assistidas pelo INEM na peregrinação a Fátima

Cem pessoas foram assistidas por profissionais de saúde do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) na peregrinação a Fátima, a maioria por doença súbita, informou o INEM em comunicado.