Assassino de Lamego continua em fuga

Ontem, as autoridades, sob a coordenação da Polícia Judiciária, começaram a alargar o perímetro das buscas, com a GNR.

Assassino de Lamego continua em fuga

Assassino de Lamego continua em fuga

Ontem, as autoridades, sob a coordenação da Polícia Judiciária, começaram a alargar o perímetro das buscas, com a GNR.

Ana Maria Melo, 56 anos, foi morta a tiro pelo ex- -marido, em Lalim, Lamego. Tinha na sua posse um botão de pânico e o ex tinha pulseira eletrónica e nem assim se evitou que morresse com oito tiros. Uma amiga, que naquela manhã fazia o caminho para o trabalho com ela, foi atingida numa perna e encaminhada para o hospital.

Uma semana antes a mulher tinha dito que não antevia problemas avança o JN. Francisco George, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, a entidade que controla os dispositivos de teleassistência a vítimas de violência doméstica, confirmou ao mesmo jornal que não foi recebido qualquer alerta da mulher, que estava a ser acompanhada.
Henrique Carvalho, 62 anos, está em fuga desde as 8.30 horas de sábado, momento em que assassinou Ana Maria.

O homem não aceitou a separação e continua a monte, ao mesmo tempo que o medo da população aumenta, temendo que ele regresse ao local do crime.

Ontem, as autoridades, sob a coordenação da Polícia Judiciária, começaram a alargar o perímetro das buscas, com a GNR.

LEIA MAIS Espanha. Pai esfaqueia os dois filhos e suicida-se. Criança mais velha morreu

Impala Instagram


RELACIONADOS