Impala

Armazenamento de água sobe em janeiro em cinco bacias hidrográficas e desce em sete

A quantidade de água armazenada em janeiro em Portugal continental aumentou em cinco bacias hidrográficas, mas desceu em sete, segundo o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).

Lisboa, 03 jan (Lusa) – A quantidade de água armazenada em janeiro em Portugal continental aumentou em cinco bacias hidrográficas, mas desceu em sete, segundo o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).


Os armazenamentos de janeiro de 2017 por bacia hidrográfica eram, no entanto, inferiores às médias de armazenamento do mês de janeiro (período de referência entre 1990/91 a 2015/16).


Das 60 albufeiras monitorizadas, 15 apresentavam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 17 disponibilidades inferiores a 40% do volume total, refere o SNIRH.


A cada bacia hidrográfica pode corresponder mais do que uma albufeira, segundo o SNIRH.


Os níveis mais elevados de armazenamento de água em janeiro ocorreram nas bacias do Guadiana (75,7%), Barlavento (69.1%), Tejo (66.4%), Mira (64,8%) e Mondego (62.8%). Todas as bacias apresentavam um valor inferior à média.


As bacias com menos água eram as do Sado (28.2%), Lima (32.3) e Cávado (54.8%)



SB // ISG

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Armazenamento de água sobe em janeiro em cinco bacias hidrográficas e desce em sete

A quantidade de água armazenada em janeiro em Portugal continental aumentou em cinco bacias hidrográficas, mas desceu em sete, segundo o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).