Um soutien que pode detectar cancro da mama? Saiba como funciona.

Um soutien que pode detectar cancro da mama? Saiba como funciona.

Sim, já existe um soutien que consegue detectar cancro da mama. Foi criado por um estudante mexicano, de apenas 18 anos, que se inspirou na doença da mãe.

Um estudante de 18 anos de idade, natural do México, desenhou um soutien que pode ajudar a detectar mais cedo o cancro da mama. A descoberta valeu-lhe o primeiro prémio da Global Student Entrepreneur Awards (GSEA).

LEIA MAIS: Amigos do peito: saiba como usar, como lavar e guardar os seus soutiens

Julian Rios Cantu inspirou-se na batalha da própria mãe contra a doença, que acabou por levar a que as mamas da senhora fossem removidas. O soutien, a que foi dado o nome EVA, foi desenvolvido com mais três amigos do mexicano e inicialmente pensado para mulheres com predisposição genética para o cancro.

Como é que funciona?

Equipado com cerca de 200 bio sensores, o soutien mapeia a superfície da mama e é capaz de monitorizar as variações de temperatura, forma e peso. Ao jornal mexicano El Universal, a jovem conta que este soutien «permite manter o peito sempre na mesma posição e não precisa de ser usado mais do que uma hora por semana».

Rios Cantu garante que «os bio censores permitem determinar condutividade térmica em zonas específicas». Em alguns casos, explica ainda, «o calor pode indicar maior irrigação sanguínea que por sua vez pode indicar que os vasos sanguíneos estão a ‘alimentar’ algo – tipicamente algum tipo de cancro».

Fotos: D.R.

 


RELACIONADOS

Um soutien que pode detectar cancro da mama? Saiba como funciona.

Sim, já existe um soutien que consegue detectar cancro da mama. Foi criado por um estudante mexicano, de apenas 18 anos, que se inspirou na doença da mãe.