Rui Maria Pêgo Apresentador garante: «Se há sítio para usar coisas absurdas é o festival da Eurovisão»

O animador da Mega Hits pisou a passadeira azul da Eurovisão com uma capa comprida de pêlo.

Rui Maria Pêgo, de 29 anos de idade, aceitou a proposta da RTP para fazer parte da equipa que acompanha o festival da Eurovisão da Canção. O animador de rádio apresenta os Diários de Bordo do festival e revela como tudo está a correr:

«Está a correr muito bem, estou muito feliz. É um absurdo tudo, mas já usei uma capa de pêlo por isso está tudo bem» revelou entre risos.

Questionado sobre a escolha do look para a passadeira azul da Eurovisão, o locutor da Mega Hits afirmou ter sido escolha prórpria:

«Eu falei com o David Ferreira, um criador de moda muito reconhecido, e pensei que tinha de usar uma coisa engraçada. A Eurovisão é o maior espectáculo de televisão do mundo. Promove a criatividade, por isso, eu pensei que se há sítio para usar coisas absurdas é o festival da Eurovisão.»

A cargo do Diário de Bordo do festival, emitido para as redes sociais, Rui admite sentir-se muito feliz e realizado. «É muito interessante acompanhar tudo e vermos como o festival se monta e ganha vida.», afirma.

O filho de Júlia Pinheiro revelou-nos ainda quem são os seus preferidos à vitória e também opinou sobre a prestação de Isaura e Cláudia Pascoal, que interpretam a música «O Jardim».

«Acho que o lugar da Isaura e da Cláudia é muito ingrato porque o Salvador é um interprete extraordinário. Eu acho que o que aconteceu o ano passado é de uma probabilidade mínima, ganhámos com uma música que não é do género da Eurovisão. No fundo, parece-me que nem era assim tão giro ganharmos outra vez, acho que também é bom vermos a diversidade», revela.

Para terminar Rui Maria Pêgo confessa que, na sua opinião, os países que têm grandes possibilidades de ganhar são o Chipre, a Noruega e Israel.

Veja mais aqui! www.novagente.pt


RELACIONADOS

Rui Maria Pêgo Apresentador garante: «Se há sítio para usar coisas absurdas é o festival da Eurovisão»

O animador da Mega Hits pisou a passadeira azul da Eurovisão com uma capa comprida de pêlo.