Mulher de Rui Patrício fala sobre o que aconteceu em Alcochete

Agressões de adeptos encapuçados em invasão à Academia do Sporting indignam jogadores e equipa técnica do clube.

Entre 40 a 50 indivíduos de cara tapada invadiram a Academia do Sporting, em Alcochete e Governo confirma 21 detidos após invasão a Alcochete e garante final da Taça.

Vera Ribeiro, mulher de Rui Patrício, fala sobre o que aconteceu no interior da Academia de Alcochete

«Para todos aqueles que me estão a ligar… Acabei de falar mesmo agora com o Rui e ele está bem. Deus não dorme e quem “orientou” este e outros “gestos” que ponha a mão na consciência… Já foi longe de mais. Isto não é futebol, muito menos atos dignos de seres humanos», escreveu.

A mulher de Rui Patrício confirma os acontecimentos violentos em Alcochete. Vera Ribeiro diz que o guarda-redes «está bem» e expressou o seu descontentamento.

LEIA MAIS: «Vergonha!» | Imprensa internacional reprova invasão a Alcochete

Recorde-se que Rui Patrício foi muito apupado pelos adeptos, este domingo, na Madeira, em jogo contra o Marítimo, após derrota do Sporting por 2-1. O guardião internacional português foi mal batido no golo da vitória dos madeirenses, perto do apito final.

Famosos apoiam plantel leonino

Foram já várias as figuras públicas que já prestaram o devido apoio a todo o plantel do Sporting nomeadamente nomes como Rita Ferro Rodrigues e Nuno Graciano que recorreram às suas redes sociais para sairem em defesa dos jogadores leoninos.

«É o momento mais grave da história do meu querido Clube. Estou profundamente triste e chocada. Discursos de violência geram violência.

«Daqui abraço a minha equipa, o seu treinador e a sua equipa técnica, todos os / as Sportinguistas que como eu percebem o que se está a passar e que sabem que o nosso querido Clube tem de ser salvo.

«E abraço o meu filhote, jogador tão pequenino mas orgulhoso do Sporting e que como todas as crianças de todos os clubes não merece ser confrontado com esta inclassificável violência. Tristeza, choque e indignação é o que sinto. Bas Dost, as tuas lágrimas, são as nossas», escreve Rita Ferro Rodrigues.

Pedro Proença diz que foi ultrapassada a linha e exige reflexão profunda

Também Nuno Graciano quis falar sobre o que aconteceu em Alcochete tendo deixado uma mensagem de apoio ao plantel. «Como Benfiquista totalmente solidário com os atletas e funcionários do Sporting Clube de Portugal que hoje terão tido o pior dia no desempenho da sua profissão.

«É uma VERGONHA para todos os amantes de Desporto. O CULPADO de se ter chegado aqui é só um, é uma BESTA DOENTE. Agarrado ao ÚNICO poleiro que lhe dá sustento, não tem integridade para sair. Terão que ser os Sportinguistas democraticamente a recolocar este GRANDE clube em ordem», escreve o benfiquista.

LEIA TUDO sobre a crise no Sporting Clube de Portugal AQUI

Continue a acompanhar os últimos desenvolvimentos ao minuto em www.impala.pt

 


RELACIONADOS