Cristiano Ronaldo | Fisco quer 30 milhões de euros para encerrar o processo

Autoridade Tributária disposta a fixar pena de prisão menor. O jornal El Mundo avança a hipótese de ser retirado um dos delitos da acusação.

O caso fiscal de Cristino Ronaldo em Espanha está a tomar novos rumos. Na manhã desta sexta-feira, dia 6, o jornal El Mundo deu a notícia de que o Fisco espanhol está a preparar um acordo com o craque português para resolver o conflito que o opõe à Autoridade Tributária de Espanha.

ESPREITE: Cristiano Ronaldo e Georgina em almoço romântico 

A mesma publicação avança que o Fisco pretende retirar um dos quatro delitos da acusação a CR7, reduzindo desta forma um eventual castigo a uma pena de prisão menor – ficando livre de cumprir pena efetiva – e ao pagamento de 30 milhões de euros. Essa quantia seria dividida, ou seja, 10  milhões de multa por verbas não declaradas e mais 20 por via administrativa.

Mas, para que o acordo aconteça, Ronaldo teria que se declarar culpado da fraude fiscal. Algo que o jogador negou quando foi ouvido em tribunal.

LEIA AINDA: Cristiano Ronaldo passeia com os três filhos mais novos (vídeo)

O crime a ser retirado diz respeito à declaração dos rendimentos de imagem do ano de 2014, sobre a qual o jogador já pagou 5,2 milhões de euros num acerto de contas com as Finanças. Com este novo acordo, Cristiano teria que admitir não ter declarado rendimentos de direitos de imagem no anos de 2011, 2012 e 2013, estimados em cerca de 6,25 milhões de euros.

 


RELACIONADOS

Cristiano Ronaldo | Fisco quer 30 milhões de euros para encerrar o processo

Autoridade Tributária disposta a fixar pena de prisão menor. O jornal El Mundo avança a hipótese de ser retirado um dos delitos da acusação.