Whitney Houston abusada sexualmente pela prima em criança

Estreou no Festival de Cannes um documentário sobre a vida de Whitney Houston, com revelações inéditas e polémicas da cantora.

Whitney Houston faleceu em 2012, com 48 anos, vítima de afogamento numa banheira. O sucedido aconteceu na sequência de um ataque cardíaco, provocado pelo consumo excessivo de substâncias.

Durante o Festival de Cinema de Cannes, que dura até ao próximo sábado, dia 19 de maio, estreou um documentário sobre a vida da cantora. O filme foi realizado pelo escocês Kevin Macdonald e contém revelações inéditas sobre a artista.

LEIA AINDA: Mariah Carey internada após preparar jantar para Michael Jackson, Whitney Houston e Prince, já falecidos

Dee Dee Warwick terá abusado sexualmente da prima

Whitney terá sido abusada sexualmente pela prima, ainda em criança. Dee Dee Warwick, que faleceu em 2008, era irmã da cantora Dionne Warwick, com 77 anos de idade.

Foi a ex-assistente de Houston, Mary Jones, que revelou o dramático acontecimento no documentário. Segundo a mesma, o sucedido fez com que a falecida cantora se questionasse sobre a orientação sexual, acrescentando ainda que a intérprete de «I Will Always Love You» nunca contou à mãe, Cissy Houston, com 84 anos, o que tinha acontecido.

Fotos: Impala e D.R.  

 


RELACIONADOS