Chris Brown envolvido em mais um escândalo sexual

Caso terá acontecido em casa do rapper.

Parece que o episódio de violência doméstica e abuso sexual coma ex-namorda Rihanna em 2009 não foi suficiente para acalmar o mau comportamento de Chris Brown em relação ao sexo oposto.

LEIA MAIS: Chris Brown sobre Rihanna: “Agredi-a, com um punho fechado, dei-lhe um murro. Rebentei-lhe o lábio”

O rapper norte-americano está agora a ser acusado de ter facilitado que uma mulher fosse violada por um amigo seu durante uma festa, estando, deste modo, a enfrentar um novo processo de cariz sexual.

Segundo avança a imprensa internacional, o caso terá acontecido em fevereiro de 2017, mas só agora a vítima, cuja identidade permanece desconhecida, teve coragem de apresentar queixar.

Pelo que tem sido noticiado, a festa decorreu na luxuosa mansão do artista em Agoura Hills e, para além de vários pratos de comida internacionais, foram também disponibilizadas vários tipos de drogas e bebidas alcoólicas aos convidados.

O site de notícias dos famosos The Blast, citando documentos oficiais a que teve acesso, conta que já madrugada dentro daquele dia, e com todos os convidados num dos quartos, Chris Brown obrigou uma amiga que “empurrasse o sofá contra à porta do quatro”, impedindo assim a saída de quem quer que fosse. Depois, colocou um filme pornográfico na televisão, e tirou a roupa, ficando totalmente nu perante a plateia de convidados. A partir daí começou a envolver-se sexualmente com as mulheres que estavam naquela divisão.

VEJA AINDA: Macaco bebé que Justin Bieber abandonou está traumatizado

Cantor agarrou no pescoço da vítima e obrigou-a a sexo oral

Uma delas, a mulher que agora apresentou queixa às autoridades dos Estados Unidos da América, recusou-a ter qualquer tipo de relações sexuais com o cantor, tendo sofrido consequências por isso. Para além de nenhum dos presentes nesta divisão a ter deixado sair daquele ambiente, Chris Brown e uma amiga agarram na vítima pelo pescoço, forçando-a a fazer sexo oral a outro convidado.

De acordo com o mesmo órgão de comunicação social, o processo está já ser investigado pelas autoridades competentes e deverá ser levado a tribunal até ao final deste ano.

Fotos: Reuters

 


RELACIONADOS