Parem de perguntar a uma grávida quantos quilos engordou!

Parem de perguntar a uma grávida quantos quilos engordou!

As grávidas são vítimas de uma espécie de “bullying”. Essa é a minha teoria. Quase todos os dias alguém me pergunta (quer seja um conhecido ou desconhecido) “quantos quilos engordei na gravidez”.

Ora, responder a essa questão (que tanta nas tanta curiosidade parece suscitar) não é simpático e provoca-me sentimentos negativos. Não me interpretem mal: adoro a minha barriga, amo muito a minha filha, mas ser confrontada diariamente com os números da balança faz-me sentir insegura, triste, pesada.

Por muitos ou poucos quilos que tenha a mais, não quero partilhar o número com o Mundo. Para os mais distraídos, quero relembrar que todas as mulheres ganham peso na gestação, umas mais que outras. Mas nem todas podem continuar a fazer exercício físico. É o meu caso. Sou uma mulher de maratonas, mas por indicação médica fui obrigada a parar.

Parem de perguntar a uma grávida quantos quilos engordou! Não é simpático

Também não “como por dois” e tenho alguns cuidados (sem ser fundamentalista) com a alimentação e mesmo assim não controlo os ponteiros da balança como gostaria. E sabem porquê? Porque aumentar de peso é normal nesta fase, porque tenho um bebé na barriga a crescer. Nem todas as mulheres conseguem ser a Carolina Patrocínio ou a Ana Rita Clara, mas a a sociedade consegue ser muito desagradável com os seus padrões restritos de beleza.

Sei por experiência e por conviver frequentemente com outras grávidas, que não sou a única a sentir o mesmo. Afinal, quantas mulheres gostam de admitir publicamente que estão mais pesadas, por mais felizes que estejam com o bebé e por muitos ou poucos quilos que tenham ganhado?

Por isso, faço um pedido: Por favor, parem de perguntar a uma grávida quantos quilos engordou! Não é simpático.

Obrigada.

Ricardina Batista
Ricardina Batista

ÚLTIMOS ARTIGOS

Parem de perguntar a uma grávida quantos quilos engordou!

As grávidas são vítimas de uma espécie de “bullying”. Essa é a minha teoria. Quase todos os dias alguém me pergunta (quer seja um conhecido ou desconhecido) “quantos quilos engordei na gravidez”.