Sporting: Joãozinho, jogador do Tondela, confessa que «isto está a afetar a minha família»

Sporting: Joãozinho, jogador do Tondela, confessa que «isto está a afetar a minha família»

O ex-futebolista dos leões, agora na equipa beirã, fez questão de se pronunciar sobre a operação CashBall no canal TVI 24.

A investigação aos dirigentes do Sporting continua. André Geraldes, diretor desportivos e outros três elementos vão ser ouvidos esta quinta-feira, na cidade do Porto. Entretanto, um dos jogadores alegadamente referido nas escutas entre os dirigentes, Joãozinho, do CD Tondela, decidiu falar nos estúdios da TVI 24 em direto, onde nega estar envolvido em qualquer esquema de corrupção e influência de resultados a favor do Sporting nesta temporada.

Todavia, Joãozinho mostra estar de consciência tranquila e disposto “a mostrar o seu telemóvel na Polícia Judiciária”, tal como o jogador mostrou “ter vontade de falar à televisão”.

O futebolista mostrou-se surpreendido com o caso e as acusações que o rodeiam. “Não percebo. Até tive uma boa exibição e esteve nos jornais”, começou Joãozinho. O jogador considerou estas acusações ridículas até porque a maioria se recaem em jogadores que jogam “a central e a laterais” e se tivesse jogado mal, não tem dúvidas de que o seu treinador (Pepa) tinha deixado de o por a jogar.

“Se eu tivesse recebido alguma mensagem suspeita, mostrava ao meu empresário para denunciar”, disse Joãozinho que afirma que vai avançar judicialmente contra Paulo Silva, o denunciante da operação CashBall.

Joãozinho pensa que é o principal suspeito deste esquema de influências porque já vestiu a camisola do Sporting na temporada 2012/2013. No entanto, o defesa esquerdo diz não conhecer André Geraldes, até porque ainda não estava no clube, nem os outros dirigentes. Quanto à relação com Bruno de Carvalho, foi “completamente normal”.

O tom de revolta do jogador foi aumentando em direto. “Quero que isto acabe. Esta situação está a afectar a minha família. Se tiver uma oportunidade de jogar no estrangeiro, vou-me embora. Alguém tem de resolver isto. O clima de suspeição tem de parar. Nunca vi nada disto.”, revelou com desagrado o jogador.

“Já estamos fartos de levar com estas notícias e não temos sempre a possibilidade de nos defender. Não há jogador que queira jogar em Portugal. Se falha, é por ser corrupto. Se acerta, é porque está comprado pelo adversário. Isto tem que parar”

Joãozinho ainda relembra os jogos que teve com os outros grandes do futebol nacional, Benfica e Porto. O plantel mostrou alguma inquietação na preparação destes jogos, revela o jogador. Porém, o desfecho dos últimos jogos com estes clubes foi diferente.

LEIA MAIS: Conselho diretivo do Sporting reunido de emergência

O Porto venceu em casa o Tondela por 1-0, com golo originado após erro de um defesa do Tondela, que foi altamente contestado. “O grupo revoltou-se depois do jogo no Dragão, mas puxámos o nosso colega que foi titular no jogo seguinte”. Já contra o Benfica, o Tondela venceu na Luz por 3-2 e o jogador revela que a equipa festejou efusivamente porque foi mostrada “a seriedade” do clube e do grupo de trabalho.

Recorde os momentos mais importantes da partida Tondela 1-2 Sporting, que está a ser investigada pela autoridades. O Sporting venceu em Tondela pela margem mínima com golo ao minuto 99.


RELACIONADOS

Sporting: Joãozinho, jogador do Tondela, confessa que «isto está a afetar a minha família»

O ex-futebolista dos leões, agora na equipa beirã, fez questão de se pronunciar sobre a operação CashBall no canal TVI 24.