Impala

Polícia investiga 55 clubes no caso de pedofilia no futebol inglês

A polícia britânica está a investigar 55 clubes ingleses, tanto profissionais como amadores, devido ao escândalo de pedofilia que esta a abalar o futebol inglês, revelou hoje a imprensa britânica.

Londres, 04 dez (Lusa) – A polícia britânica está a investigar 55 clubes ingleses, tanto profissionais como amadores, devido ao escândalo de pedofilia que esta a abalar o futebol inglês, revelou hoje a imprensa britânica.


De acordo com o jornal britânico The Observer, o Conselho Nacional de Chefes de Polícia (NPCC, sigla em inglês), órgão que coordena as forças policiais locais, confirmou que 55 clubes foram mencionados nas diferentes investigações do Reino Unido.


O diretor da assistência telefónica criada para as vítimas, que recebeu 860 chamadas numa semana, criada pela principal organização de proteção de menores no Reino Unido (NSPCC), liderados por John Cameron, sentiu que os jovens futebolistas estão agora em perigo.


“Temos algumas informações, algumas alegações de que as crianças podem estar, neste momento, em perigo”, disse Cameron ao Observer.


O ex-jogador Davy Russell, do Charlton Athletic, de 50 anos, disse que enviou uma carta à FA, em 1986, a relatar os abusos sexuais de que foi alvo por parte de Eddie Heath, antigo ‘olheiro’ do Chelsea, e não obteve resposta.


“Eu escrevi uma carta à FA a dizer o que me tinha acontecido. Implorei para investigarem, para não acontecer a outros jovens, mas nunca recebi qualquer resposta “, disse o ex-jogador.


A FA e os clubes ingleses foram acusados de terem encoberto durante décadas inúmeros atos de pedofilia envolvendo um número ainda não determinado de vítimas, mas qua poderá ser superior a 350 de acordo com um relatório divulgado pela polícia.



MZS/PA // PA


Lusa/fim


RELACIONADOS

Polícia investiga 55 clubes no caso de pedofilia no futebol inglês

A polícia britânica está a investigar 55 clubes ingleses, tanto profissionais como amadores, devido ao escândalo de pedofilia que esta a abalar o futebol inglês, revelou hoje a imprensa britânica.