Sporting: Pai de Bruno de Carvalho fala em conspirações e culpa o Benfica

«Quem aproveitaria o que aconteceu? Ao presidente do Sporting não, decerto! Pensem, então, quem aproveitaria», questiona pai de Bruno de Carvalho.

Rui de Carvalho, pai de Bruno de Carvalho, saiu em defesa do filho em plena crise no Sporting. Através das redes sociais, sem nunca chamar ‘filho’ ao presidente dos leões, o patriarca salienta que Bruno de Carvalho está a ser difamado e responsabilizado pelas polémicas que envolvem o clube dos verdes e brancos, sem quaisquer provas.

«É fundamental deixar a investigação prosseguir e tirar as suas conclusões para saber o que aconteceu, de facto. Neste país onde, depois de deixar o país do desporto à deriva, governo, AR e presidência da República condenam sem conceder, ao menos, a dúvida e esperar pelos resultados da PJ, que pretendem os senhores do poder?

«Lançar o caos ou deixar que volte a acontecer, como aconteceu, porque as coisas como estavam, segundo diziam, não causavam qualquer problema? Se são estes os que cuidam de Portugal, não admira que tantos também condenem sem conhecer a verdade.»

LEIA MAIS: Sporting: Bruno de Carvalho pede desculpa aos jogadores

Rui de Carvalho elogia o trabalho realizado pelo filho como presidente de um clube que, quando chegou às suas mãos, estava «falido e desqualificado» e lamenta que os sportinguistas se tenham deixado «levar pelas artimanhas dos que se sentiram lesados pelas mudanças que aconteceram no Sporting».

«Em consciência, respondam apenas a uma pergunta: quem aproveitaria o que ontem aconteceu? Ao presidente do Sporting não, decerto! Pensem, então, quem aproveitaria.

Pai de Bruno de Carvalho recorda momento em que nome de Ferro Rodrigues foi envolvido no Processo Casa Pia

«E a quem competiria lutar contra a violência e o não o fez, dizendo até que jamais haviam sentido problemas? Deve-se amar o Sporting com o coração, mas pensar nele com inteligência. Reparem como a comunicação social se afadiga para desferir a machadada final.»

O pai de Bruno de Carvalho sugere também que toda esta crise foi arquitectada pelo Benfica, para prejudicar o Sporting, e, consequentemente, o filho. Rui de Carvalho lamenta a existência de corrupção no futebol nacional.

«Tanta presunção de inocência para uns e tão rápida condenação para outros mostra bem quem terá sido incorporado, nem que seja apenas idealmente, no plano do ‘power point’ urdido pelo Benfica e, em vez de clareza e transparência que o Sporting defende, prefira a paz podre, lamacenta e corrompida que tem moldado o futebol.» [Rui de Carvalho, pai de Bruno de Carvalho]

Para terminar, o pai do presidente do Sporting crítica o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e recorda o político de quando o seu nome foi envolvido em crimes de pedofilia, aludindo ao Processo Casa Pia.

«Será que o Dr. Ferro Rodrigues se recorda do que se passou quando quiseram envolvê-lo nos crimes de pedofilia? Custa muito ser injustiçado, não custa? Mas já se esqueceu! Mas desta vez terá de se justificar mesmo!»

Bruno de Carvalho anunciou esta quinta-feira, dia 17 de maio, que irá mover uma ação contra Ferro Rodrigues e vários, comentadores e jornalistas por «difamação e calúnia». Saiba mais AQUI.

VEJA AINDA: Equipa do Sporting não vai treinar na sexta-feira no Estádio Nacional

 


RELACIONADOS

Sporting: Pai de Bruno de Carvalho fala em conspirações e culpa o Benfica

«Quem aproveitaria o que aconteceu? Ao presidente do Sporting não, decerto! Pensem, então, quem aproveitaria», questiona pai de Bruno de Carvalho.