Impala

Jorge Simão assume favoritismo do Braga diante do Vitória de Setúbal

O treinador Jorge Simão assumiu o favoritismo do Sporting de Braga para a meia-final da Taça da Liga de futebol com o Vitória de Setúbal, na quarta-feira, mas disse esperar um “jogo muito equilibrado”.

Braga, 24 jan (Lusa) — O treinador Jorge Simão assumiu hoje o favoritismo do Sporting de Braga para a meia-final da Taça da Liga de futebol com o Vitória de Setúbal, na quarta-feira, mas disse esperar um “jogo muito equilibrado”.


“Num jogo com estas características, a eliminar, as questões do favoritismo esfumam-se, mas pelo palmarés, história recente dos dois clubes e pela posição na tabela classificativa, podemos considerar o Braga como favorito”, afirmou o treinador dos minhotos na conferência de imprensa de antevisão da partida, que se disputa no Estádio Algarve.


Jorge Simão disse esperar “um jogo muito equilibrado”, mas frisou a “ambição” do clube em chegar à final.


“Este crescimento do clube nos últimos anos consolida-se com posições na tabela que se aproximam do pódio, com títulos, como a Taça de Portugal na época passada, um feito fantástico, com presenças em finais, da Liga Europa ou da Taça da Liga”, elencou.


O técnico notou que o Vitória de Setúbal “tem feito bons resultados contra boas equipas”.


“Será um bom ‘combate’, num jogo de características especiais, mas o que interessa, independentemente do que acontecer durante o jogo, é conseguir o apuramento para a final”, frisou.


António Salvador disse na segunda-feira, na II Gala Legião de Ouro, que acredita que o clube pode ser campeão nacional pela primeira vez ainda neste centenário [faltam quatro anos para o Braga completar 100 anos] e Jorge Simão destacou a importância dessa ambição.


“Neste momento, o clube está no caminho de reunir as condições para lutar com os três ‘grandes’. Gosto de olhar para o futuro próximo e pensar que este clube está numa reta ascendente de crescimento e poderá intrometer-se na luta pelo título, gosto dessa visão porque é isso que nos faz crescer”, comentou.


Os adeptos do Sporting de Braga criticam o facto de a ‘final four’ ter lugar no Algarve e o técnico admite que “é um trajeto muito longo, ainda para mais a meio da semana”.


“O novo formato da competição não me desagrada totalmente, mas acho que o último passo para a credibilização da prova é o vencedor ter acesso às competições europeias, isso faria com que todos os clubes olhassem para a prova de outra forma”, disse.


A derrota caseira com o rival de Guimarães na última jornada (2-1) foi um “obstáculo” natural numa “época longa” e não significa que traga desconfiança para o seio do grupo.


“As derrotas são um momento duro, de análise, mas nem quando se ganha está tudo bem, nem quando perde está tudo mal. Importa passar a imagem de confiança, serenidade, lucidez e convicção e não é uma derrota que coloca tudo em causa”, disse.


O técnico não quis comentar a alegada contratação pelo Sporting de André Pinto, que foi relegado pelo técnico para a equipa B dos bracarenses: “é um caso fechado, não tenho nada a comentar”.


Sporting de Braga e Vitória de Setúbal defrontam-se às 20:45 de quarta-feira, no Estádio do Algarve, numa partida que será arbitrada por Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco.



GYS // NF

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Jorge Simão assume favoritismo do Braga diante do Vitória de Setúbal

O treinador Jorge Simão assumiu o favoritismo do Sporting de Braga para a meia-final da Taça da Liga de futebol com o Vitória de Setúbal, na quarta-feira, mas disse esperar um “jogo muito equilibrado”.