Impala

Inácio diz que Moreirense que vai ao Dragão para tentar pontuar

Augusto Inácio, treinador do Moreirense, atribuiu o favoritismo ao FC Porto para a partida da 17.ª jornada da I Liga, mas espera que a sua equipa consiga sair do Dragão com um resultado positivo.

*** serviço áudio e serviço vídeo disponíveis em www.lusa.com ***



Moreira de Cónegos, Braga, 14 jan (Lusa) – Augusto Inácio, treinador do Moreirense, atribuiu hoje o favoritismo ao FC Porto para a partida da 17.ª jornada da I Liga, mas espera que a sua equipa consiga sair do Dragão com um resultado positivo.


O técnico referiu ainda as dificuldades que a equipa tem sentido na preparação, com ausências e lesões, mas desvalorizou essa questão na véspera da visita ao segundo classificado do campeonato, com 35 pontos. O Moreirense é 15.º, com 14.


“O mais forte é o FC Porto, mas se tudo fosse assim tão matemático nós não teríamos ganhado no jogo da Taça da Liga. Se jogarmos como na segunda parte desse jogo com o FC Porto, podemos discutir o resultado com confiança no que estamos a fazer. Se for como a primeira parte, em que não nos encontrámos, aí vamos ter enormes dificuldades em pontuar”, começou por dizer o treinador em conferência de imprensa antes do jogo com os ‘dragões’.


Augusto Inácio enumerou, entre ausências, lesionados e jogadores em dúvida, as dificuldades encontradas para a preparação do jogo de domingo no Estádio do Dragão, ainda assim, mostrou-se preparado e com a mentalidade de encarar de uma forma positiva o desafio.


“Temos tido enormes dificuldades para arranjar um ‘onze’, quanto mais os 18. Estamos com enormes dificuldades. Temos oito jogadores com problemas. Mas não são desculpas. Num marasmo destes, num cenário tão negro, temos de arranjar forma de levar para coisas positivas. Os sacrifícios têm sido enormes, o trabalho tem sido dificultado, mas estamos prontos”, referiu ainda.


A tática para disputar este jogo não tem qualquer ciência, segundo Augusto Inácio: “Tenho de me sintonizar no que estou e no que tenho. Se olharmos para o FC Porto, qualquer ‘onze’ que apresentar será favorito. Quero é que a nossa equipa seja desinibida, jogue simples e fácil. Não temos capacidade para inventar. E jogar o que o FC Porto deixa jogar e tentar a nossa sorte. Dar a ideia de que vamos ao Dragão e não estamos assustados com a cor das camisolas. Se nos deixarem jogar, ficamos encantados, se não deixarem, vamos ter que sofrer”, acrescentou.


Ainda lembrando o último jogo entre as duas equipas, e no qual o Moreirense venceu o FC Porto, afastando-o da Taça da Liga, Augusto Inácio admitiu que, “depois de ver as imagens”, os ‘dragões’ foram prejudicados num lance de grande penalidade não assinalada por falta sobre André André.


Inácio sublinhou, no entanto, que não quer alimentar mais a polémica da arbitragem. “Continuo a acreditar nos árbitros. Já que tivemos esta reunião (no Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol) vamos dar uma oportunidade para ver se as coisas mudam”, finalizou.


O encontro no Estádio do Dragão está agendado para as 18:00 de domingo e será arbitrado por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.



JYA // PA


Lusa/fim


RELACIONADOS

Inácio diz que Moreirense que vai ao Dragão para tentar pontuar

Augusto Inácio, treinador do Moreirense, atribuiu o favoritismo ao FC Porto para a partida da 17.ª jornada da I Liga, mas espera que a sua equipa consiga sair do Dragão com um resultado positivo.