Frederico Varandas dá ordem de despejo às claques do Sporting

Direção presidida por Frederico Varandas avança com ordem de despejo às claques do Sporting Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI.

Frederico Varandas dá ordem de despejo às claques do Sporting

Frederico Varandas dá ordem de despejo às claques do Sporting

Direção presidida por Frederico Varandas avança com ordem de despejo às claques do Sporting Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI.

Primeiro, Frederico Varandas, no papel de presidente do Sporting, decidiu cancelar o protocolo assinado com as claques Juventude Leonina e o Directivo Ultras XXI. Agora, chega a ordem de despejo para as claques do Sporting. O clube notificou as claques para que estas abandonem as respetivas sedes. Algo que deverá ser feito num prazo de cinco dias.

Prevê-se assim um novo capítulo no confronto que opõe a direção presidida por Frederico Varandas à Juventude Leonina e ao Directivo Ultras XXI. Isto porque as duas claques, através de comunicados diferentes, defendem que nem o clube ou a SAD são donos dos espaços que ocupam. “A Juventude Leonina vem relembrar a Direção do Sporting Clube de Portugal e a Administração da SAD, que os espaços que a Associação Juventude Leonina ocupa, designadamente a sua sede, não são pertença do Sporting Clube de Portugal. Nem da administração da SAD. Pelo que, não reconhecemos legitimidade, nem o direito de exigirem que entreguemos os referidos espaços. Nomeadamente, a sede da Associação Juventude Leonina”, argumenta a claque.

Claques defendem que os espaços que ocupam não pertencem ao Sporting

“Nunca nos negámos no apoio às equipas do Sporting Clube de Portugal. Mas também não escondemos, que existe uma divergência, que não terá solução, com a atual Direção do Sporting Clube de Portugal. Pelo que não baixaremos a guarda e continuaremos a lutar e a defender o grande Sporting Clube de Portugal”, garante. “Verificamos que no Sporting Clube de Portugal, continua a reinar a desorganização total. Que já existia antes da pandemia e que continua a agravar-se dia após dia. Com o nome do Sporting Clube de Portugal, todos os dias nas bocas do mundo pelos piores motivos”, acusa.

LEIA MAIS

Sporting: 26 envolvidos do ataque à Academia expulsos de sócio do clube

A Juventude Leonina vai ainda mais fundo nas acusações a Frederico Varandas. “Uma direção que vem da pior época desportiva de sempre e que se orgulha de ter apresentando uns míseros 12M de lucro. Mas que deve mais de 12M ao SC Braga por um treinador, não pondo em causa a qualidade do mesmo. Uma direção que continua a aumentar a dívida do clube à SAD. A aumentar as dívidas a fornecedores e a faltar ao pagamento a jogadores. Já para não falar da desvalorização do plantel e da venda de jogadores a preço de saldo. Mas continua-se a aumentar os colaboradores e respetivos ordenados. Mas a desculpa continua a ser Alcochete e a herança pesada. Que o próprio Salgado Zenha acabou por desmentir, pois não encontraram qualquer buraco nas contas”, argumenta.

Claques ameaçam agir judicialmente contra a direção do clube

Por sua vez, também o Directivo Ultras XXI recorreu às redes sociais para abordar a polémica. “O referido espaço, como deveria ser do conhecimento da direcção do Sporting Clube de Portugal e da Administração da Sporting SAD, não é propriedade de nenhuma destas entidades. Pelo que as mesmas não possuem legitimidade para ordenar a esta Associação que a entrega do mesmo lhes seja realizada”, argumenta. Deixando ainda um aviso a Frederico Varandas e restantes dirigentes. “Reiteramos assim que, caso alguma das referidas entidades pratique, de forma ilegal, atos tendentes ao esbulho violento do referido espaço, no sentido de se apropriarem ilegitimamente do mesmo, esta Associação agirá em conformidade. Recorrendo aos meios legais ao seu dispor para fazer cessar, cautelar e definitivamente, a violação dos seus direitos”, pode ler-se no comunicado.

Texto: Bruno Seruca; Foto: Reprodução Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS