Impala

Árbitro Artur Soares Dias foi abordado, Super Dragões negam ato organizado

Dois indivíduos, envergando roupa dos Super Dragões, interpelaram hoje o árbitro Artur Soares Dias no Estádio Municipal da Maia, mas o líder do grupo de adeptos do FC Porto negou ter sido um ato organizado pela claque.

*** serviço áudio disponível em www.lusa.pt ***



Maia, Porto, 05 jan (Lusa) — Dois indivíduos, envergando roupa dos Super Dragões, interpelaram hoje o árbitro Artur Soares Dias no Estádio Municipal da Maia, mas o líder do grupo de adeptos do FC Porto negou ter sido um ato organizado pela claque.


“Não foram os Super Dragões que organizaram isto. Pode ter sido algum elemento dos Super ou alguém do FC Porto descontente com toda esta situação (arbitragem), como eu estou e milhares devem estar”, disse o dirigente, que criticou o que entende ser o “sistemático” prejuízo do seu clube em favor do Benfica.


Fonte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), disse à Lusa que os dois indivíduos estiveram, cerca das 14:00, no recinto maiato, habitual centro de treinos dos árbitros profissionais.


Alguns órgãos de comunicação social noticiaram que os dois indivíduos ameaçaram Artur Soares Dias e prometeram regressar na segunda-feira, após o jogo entre Paços de Ferreira e FC Porto, da 16.ª jornada da I Liga, marcado para sábado e para o qual está nomeado o ‘juiz’ da associação do Porto.


“Quero dizer a todas as entidades — arbitragem, federação, Liga – que para o bem do futebol estas arbitragens e atuações sempre a prejudicar o FC Porto, e quarta-feira também o Sporting, e a favorecer o Benfica têm de acabar, pois as pessoas começam a ficar revoltadas e algo mais grave pode acontecer”, alertou.


Quanto ao incidente de hoje, Fernando Madureira considera que os mesmos “podem acontecer em qualquer parte do país”, revelando mesmo que tem recebido mensagens de “amigos do Sporting, também descontentes”.


“Quem ameaça é pessoa nervosa e não passa aos atos. Espero que não. Somos todos pessoas de bem”, defendeu.


Fernando Madureira fala em “pessoas descontes e revoltadas” com o que se passa na arbitragem e apelou à “indústria do futebol para se reunir e pôr um ponto final nisto”.


O presidente do CA da FPF, José Fontelas Gomes, está presente no Estádio Municipal da Maia, onde, após o incidente, os árbitros realizaram o seu treino.


Fernando Madureira comentou a nomeação do árbitro Nuno Almeida, “que todos conhecem como o ‘Ferrari vermelho'”, para o jogo decisivo da Taça da Liga entre Vitória de Guimarães e Benfica.


“Andamos a brincar com isto? Queremos serenidade e vão nomear o ‘Ferrari vermelho’? As pessoas da arbitragem andam a brincar e a atirar achas para a fogueira. É hora de as pessoas se sentarem, refletirem e pensar no que estão a fazer”, criticou.


Fernando Madureira disse ser amigo de Artur Soares Dias e revelou que lhe pedirá “desculpas pelo sucedido”, caso se confirme ter sido um elemento dos Super Dragões a abordá-lo.



RBA/JP // PA


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Árbitro Artur Soares Dias foi abordado, Super Dragões negam ato organizado

Dois indivíduos, envergando roupa dos Super Dragões, interpelaram hoje o árbitro Artur Soares Dias no Estádio Municipal da Maia, mas o líder do grupo de adeptos do FC Porto negou ter sido um ato organizado pela claque.